Público e Mensagem de Lisboa em destaque nos Prémios de Ciberjornalismo 2021

15 12 2021

Pelo quarto ano consecutivo, o Público conquista a categoria Excelência Geral em Ciberjornalismo, um reconhecimento feito pelo júri e pelo público, na 14ª edição dos Prémios de Ciberjornalismo. Última Hora (júri e público), Narrativa Vídeo Digital (público) e Infografia Digital (júri e público, com dois trabalhos distintos), foram outras das categorias onde foi vencedor.

Igualmente digno de destaque está o estreante Mensagem de Lisboa, cibermeio de âmbito local, que ao reconhecimento na categoria Ciberjornalismo de Proximidade (júri), juntou ainda o de melhor Narrativa Sonora Digital (júri e público).

#7JOBCIBER: “Cibermeios e Desinformação” foi o mote para o debate que antecedeu o anúncio dos Prémios de Ciberjornalismo 2021

Lista completa de vencedores da edição de 2021:

1. Excelência Geral em Ciberjornalismo

Público (escolha do júri e do público)

2. Última Hora

“Eleições nos EUA: Biden vence no Michigan ‘Quando a contagem acabar, acredito que seremos vencedores’” (link 1, link 2, link 3, link 4, link 5, link 6, link 7, link 8, link 9, link 10, link 11 e link 12) – Público (escolha do júri e do público, ex aequo)

“Invasão do Capitólio faz quatro mortos. Congresso confirma Biden como Presidente” (link 1, link 2, link 3, link 4 e link 5) – Rádio Renascença (escolha do público, ex aequo)

3. Reportagem Multimédia

“Por ti, Portugal, eu juro!” – Divergente (escolha do júri)

“’Nada disto que estamos aqui a fazer é normal’: 36 dias no cemitério da Europa” – Expresso (escolha do público)

4. Narrativa Vídeo Digital

“Diário de uma médica no pico da pandemia no hospital de Gaia” – Rádio Renascença (escolha do júri)

“O comércio local à procura dos clientes (des)confinados” – Público (individual) (escolha do público)

5. Narrativa Sonora Digital

“Ouvir Lisboa na pandemia, a cidade de silêncios” – Mensagem de Lisboa (individual) (escolha do júri e do público)

6. Infografia Digital

“Raio-x a três surtos de covid-19: o lar onde metade dos utentes ficaram infectados” – Público (individual) (escolha do júri)

“Um guia para as vacinas” – Público (escolha do público)

7. Ciberjornalismo de Proximidade

“Heróis da cidade. Orientavam os putos do bairro, agora salvam famílias da fome” – Mensagem de Lisboa (individual) (escolha do júri)

“Pandemia aos olhos dos idosos” – AltoMinho.tv (escolha do público)

8. Ciberjornalismo Académico

“Nas profundezas do íntimo. A pornografia à sombra do desejo” – ComUM (escolha do júri e do público)

O anúncio dos prémios decorreu nas #7JOBCIBER, que em versão online debateu “Cibermeios e Desinformação”.





Votação para os Prémios de Ciberjornalismo 2021

6 12 2021

São já conhecidos os trabalhos finalistas da 14.ª edição dos Prémios de Ciberjornalismo, que entram agora na fase de votação do público, até 13 de dezembro.

Depois das escolhas do júri, é agora a vez do público reconhecer os trabalhos que, em cada categoria, considera como os melhores de 2021. Os vencedores em ambas as modalidades, júri e público, vão ser conhecidas no próximo dia 15, durante as #7JOBCIBER.

Finalistas dos Prémios de Ciberjornalismo 2021:

1. Excelência Geral em Ciberjornalismo

Observador

Público

Rádio Renascença

2. Última Hora

“Eleições nos EUA: Biden vence no Michigan ‘Quando a contagem acabar, acredito que seremos vencedores’” (link 1, link 2, link 3, link 4, link 5, link 6, link 7, link 8, link 9, link 10, link 11 e link 12) – Público

“América no fio da navalha começa a ver viragem democrata” – Jornal de Notícias

“Invasão do Capitólio faz quatro mortos. Congresso confirma Biden como Presidente” (link 1, link 2, link 3, link 4 e link 5) – Rádio Renascença 

3. Reportagem Multimédia

“85 horas no Santa Maria” – Observador

“’Nada disto que estamos aqui a fazer é normal’: 36 dias no cemitério da Europa” – Expresso

“Por ti, Portugal, eu juro!” – Divergente

4. Narrativa Vídeo Digital

“Diário de uma médica no pico da pandemia no hospital de Gaia” – Rádio Renascença

“Explicador em vídeo. O que acontece dentro dos campos chineses de ‘reeducação’ de Uigures?” – Observador (individual)

“O comércio local à procura dos clientes (des)confinados” – Público (individual)

5. Narrativa Sonora Digital

“A incrível saga do bebé Neves” – Observador

No paraíso das criptomoedas” – Rádio Renascença

“Ouvir Lisboa na pandemia, a cidade de silêncios” – Mensagem de Lisboa (individual)

6. Infografia Digital

“Notas mais baixas e preferência pelas Humanidades” – Público

“Raio-x a três surtos de covid-19: o lar onde metade dos utentes ficaram infectados” – Público (individual)

Um guia para as vacinas” – Público

7. Ciberjornalismo de Proximidade

“A agricultura é ‘um setor sexy para trabalhar e para investir’ no Algarve” – Sul Informação

“Heróis da cidade. Orientavam os putos do bairro, agora salvam famílias da fome” – Mensagem de Lisboa (individual)

“Pandemia aos olhos dos idosos” – AltoMinho.tv

8. Ciberjornalismo Académico

“Europa: o porto seguro? A viagem de uma família em busca de paz” – Univ. Minho (individual)

“Nas profundezas do íntimo. A pornografia à sombra do desejo” – ComUM

Síndrome de Tourette: Os tiques não os definem” – JPN (individual)

Visualizados os trabalhos finalistas e registados os favoritos, é hora de votar. Para tal, basta registar as escolhas aqui.

Os Prémios de Ciberjornalismo são uma iniciativa anual do Observatório de Ciberjornalismo, núcleo de investigação da Universidade do Porto.

Nota ObCiber: a votação esteve online cerca de 15 minutos, sendo que foi entretanto suspensa, em virtude de alguns problemas detectados. Reinicia-se numa outra plataforma e com um dia extra.





Desinformação em debate nas #7JOBCIBER

2 12 2021

“Cibermeios e Desinformação” é o mote para as VII Jornadas do ObCiber (#7JOBCIBER), agendadas para 15 de Dezembro, a partir das 14h00 e online. Os interessados devem inscrever-se, até ao dia 13, para poderem receber o link de acesso.

Na mesma ocasião e a partir das 16h30, vão ser conhecidos os vencedores dos Prémios do Ciberjornalismo 2021, tanto na escolha do júri, como na escolha do público.