Ciberjornalismo na Lusofonia: Contributo para um Mapeamento

6 07 2013
.
O ciberjornalismo lusófono não tem um padrão que o caracterize globalmente, no que diz respeito ao aproveitamento das potencialidades do meio. Pelo contrário, a diversidade é tão grande quanto a disparidade de níveis de desenvolvimento dos vários países.
.
Estas são as principais conclusões do estudo “Ciberjornalismo na Lusofonia: Contributo para um Mapeamento”, apresentado hoje na Conferência Internacional Interfaces da Lusofonia, na Universidade do Minho, em Braga.
.
O estudo foi realizado pelo ObCiber, em colaboração com Grupo Novos Medios (Galiza) e investigadores do Brasil, Cabo Verde e Moçambique.
.
Mais resultados na apresentação Ciberjornalismo na lusofonia (PowerPoint)
.
Referência à comunicação no Blog da Conferência: ST25: Lusofonia nas redes
.
Anúncios