Vencedores dos Prémios de Ciberjornalismo 2012

10 12 2012

Vencedores da 5ª edição dos Prémios de Ciberjornalismo, instituídos pelo ObCiber e anunciados e entregues sexta-feira, no Porto, no III Congresso Internacional de Ciberjornalismo:

1. Excelência geral em ciberjornalismo

Rádio Renascença

2. Última hora

O dia da implosão da Torre 5 do bairro do Aleixo, minuto-a-minuto – Jornal de Notícias

3. Reportagem multimédia

A noite em que a polícia prendeu 1500 estudantes – Expresso

4. Videojornalismo online

Documentário: 20 anos de Paredes de Coura – Jornal de Notícias

5. Infografia digital

366 pedaços de céu – Expresso

6. Ciberjornalismo académico

Dossiê Es.Col.A da Fontinha – JPN

 





Livro sobre ciberjornalismo lançado hoje no III COBCIBER

6 12 2012

É hoje lançado, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (UP), o livro Ciberjornalismo: Modelos de Negócio e Redes Sociais, organizado pelos professores Helder Bastos e Fernando Zamith, ambos docentes da UP e membros do Observatório do Ciberjornalismo.

Integrada no programa do III Congresso Internacional de Ciberjornalismo, a sessão de apresentação da obra, editada pela Edições Afrontamento e pelo CETAC.MEDIA, está marcada para as 17.30, no anfiteatro nobre da Faculdade de Letras.

Ciberjornalismo: Modelos de Negócio e Redes Sociais reúne uma selecção de conferências e de comunicações – a que se juntam alguns textos originais – apresentadas no II Congresso Internacional de Ciberjornalismo, realizado na Universidade do Porto, em Dezembro de 2010.

O cruzamento do ciberjornalismo com os modelos de negócio e as redes sociais esteve na base temática desse encontro, do qual resultaram os textos que fazem parte do novo livro.





Último dia de inscrição no Congresso de Ciberjornalismo

5 12 2012

Termina hoje (quarta-feira, dia 5) o prazo de inscrição no III COBCIBER – Congresso Internacional de Ciberjornalismo, que vai decorrer amanhã (quinta-feira, dia 6) e sexta-feira (dia 7) no Salão Nobre da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

O Programa Final do Congresso inclui seis conferências, 24 comunicações autopropostas aprovadas em regime de blind peer review, a apresentação de resultados de dois projetos de investigação, o lançamento de um livro e o anúncio dos vencedores da quinta edição dos Prémios de Ciberjornalismo, com entrega dos respetivos troféus.





Rede social para a descoberta de notícias apresentada no III COBCIBER

4 12 2012

O protótipo de uma rede social construída a partir da recolha, partilha e associação semântica de fragmentos de notícias (clips) de diferentes origens vai ser apresentada sexta-feira, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), no segundo dia do III Congresso Internacional de Ciberjornalismo.

A plataforma “Breadcrumbs” foi desenvolvida nos últimos dois anos por uma equipa de investigadores das universidades do Porto e do Texas em Austin, liderada por Álvaro Figueira, do Departamento de Ciência de Computadores da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), no âmbito de um projeto financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Nesta rede social, cada pessoa pode colecionar na sua “biblioteca” fragmentos de notícias de que gostou ou que despertaram a sua atenção e estabelecer associações com outros clips. Em complemento, poderá visualizar, num grande gráfico, associações semânticas que o programa informático consegue detetar automaticamente entre os vários clips.

Em qualquer momento, é possível aceder à notícia integral, no seu contexto original, de onde foi extraído cada fragmento.

O objetivo do projeto “Breadcrumbs” é capitalizar a participação do público em geral na produção de notícias, criando pontes entre notícias online e a Web Social. O projeto baseia-se no uso de ferramentas da Web Social, recolhendo as opiniões dos leitores e criando um modelo de organização semântica dessas opiniões.

Além da recolha, organização e agregação de fragmentos de notícias, associando diferentes “entidades” (como pessoas, locais e períodos de tempo), os investigadores pretendem estudar as relações que se estabelecem entre os leitores e entre as notícias.

A equipa de investigadores acredita que este tipo de abordagem permitirá reduzir a distância entre a Web Semântica e as áreas de Processamento de Linguagem Natural.

O projeto, que já deu origem a duas dezenas de artigos apresentados em conferências das áreas de ciência de computadores e de comunicação, está na fase final de testes de usabilidade, prevendo-se que a rede social possa ser aberta ao público no primeiro trimestre de 2013.