Mark Deuze: “The People Formerly Known as the Employers”

31 10 2008

Mark Deuze – um dos oradores no I Congresso Internacional de Ciberjornalismo – fez um post no seu blog sobre a crescente degradação da relação entre os jornalistas e os seus empregadores. Partindo de um texto de Jay Rosen (“The People Formerly Known as the Audience”) – que analisava “uma nova ou modificada relação de poder entre as notícias e os seus produtores, entre jornalistas amadores e profissionais” e que concluia que “algum do tradicional e normalmente incontestável poder dos jornalistas passa agora para os públicos” -, Mark Deuze escreve “The People Formerly Known as the Employers”.

Deuze sublinha que existe outro tipo de mudança no presente “ecossistema de media”: o facto de o “poder económico e cultural” estar a sair da mão dos jornalistas para a mão dos empregadores, que se distanciam de se responsabilizar pelos jornalistas, fazendo-os sentir apenas como “bens que custam dinheiro”. O autor debruça-se sobre o sentimento de subvalorização por parte dos jornalistas e pela precaridade da profissão – um em cada três jornalistas foram despedidos nos EUA, segundo um inquérito mencionado pelo autor.

“O que está a acontecer no contexto da ecologia dos novos media de hoje (…) é que o poder está a transferir-se, devagar mas firmemente, daqueles em quem confiamos para o nosso entretenimento (…), a nossa publicidade (…), e – talvez o mais perturbante – as nossas notícias”, pode ler-se no post.

Dica: Jornalismo & Comunicação.

Anúncios




Christian Science Monitor acaba com edição impressa

30 10 2008

O centenário jornal norte-americano Christian Science Monitor vai deixar de ser publicado em papel, passando a funcionar somente na edição online. A notícia foi anunciada pelo proprietário do jornal nesta terça-feira. De acordo com o New York Times, o Christian Science Monitor é o primeiro grande jornal do país a desistir da edição impressa.

Se em 1970 o jornal tinha uma tiragem de 220,000 exemplares, hoje este número desceu para 52,000. Em contrapartida, o site do jornal tem cerca de três milhões de “page views” por mês. Em declarações ao New Yor Times, o director do Monitor, John Yemma, afirmou que “este é um novo modelo”, garantindo que a maioria dos jornais vai acabar por fazer o mesmo daqui há dez anos.

A publicação passa a estar só disponível no meio online a partir de Abril. Os planos futuros são lançar uma revista ao fim-de-semana e apostar na informação internacional no site.

Dica: Ponto Media, via New York Times





Abriu site do Congresso de Ciberjornalismo

27 10 2008

Está oficialmente aberto o site do I Congresso Internacional de Ciberjornalismo.

Poderão encontrar lá a versão actualizada do programa, pequenas biografias dos conferencistas, a lista das comunicações a apresentar e outras informações úteis, nomeadamente sugestões sobre onde ficar.





Investigadores de Ciberjornalismo premiados no Brasil

26 10 2008

Os professores Marcos Palacios (Universidade Federal da Bahia) e Suzana Barbosa (Universidade Federal Fluminense), ambos membros da Comissão Científica do I Congresso Internacional de Ciberjornalismo, conquistaram os prémios de Melhor Investigador Sénior e Melhor Tese de Doutoramento da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (dica: Javier Díaz Noci).

Os prémios serão entregues no 6º Encontro da SBPJor.





Helder Bastos defende tese de doutoramento sobre ciberjornalistas em Portugal

19 10 2008

Helder Bastos, um dos fundadores do ObCiber, defende terça-feira, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, a sua tese de doutoramento, intitulada “Ciberjornalistas em Portugal: Práticas, Papéis e Ética”.

É a primeira tese de doutoramento sobre Ciberjornalismo defendida em Portugal (a segunda de um investigador português) e também a primeira sobre o Ciberjornalismo produzido no país.

O júri será constituído por Nelson Traquina, orientador do doutoramento, Cristina Ponte, João Pissarra e os arguentes Rogério Santos e João Canavilhas – o primeiro português a defender uma tese de doutoramento sobre Ciberjornalismo/Webjornalismo, em 2007, na Universidade de Navarra Salamanca, Espanha.

Helder Bastos é docente na Licenciatura em Ciências da Comunicação da Universidade do Porto desde a sua criação, em 2000. Entre 1996 e 2002, foi docente na Escola Superior de Jornalismo. Em 1999, defendeu a tese de mestrado, também sob a orientação de Nelson Traquina, intitulada “Jornalismo Electrónico: Internet e Reconfiguração de Práticas nas Redacções”, publicada em livro. Como jornalista, profissão que exerceu entre 1988 e 2003, trabalhou no Jornal de Notícias, Rádio Press e Diário de Notícias.





Beth Saad no Congresso de Ciberjornalismo

19 10 2008

A Professora Beth Saad Corrêa, do Departamento de Jornalismo e Editoração da Universidade de S. Paulo, vai proferir uma conferência no I Congresso Internacional de Ciberjornalismo, marcado para 11 e 12 de Dezembro nas instalações dos Cursos de Ciências da Comunicação da Universidade do Porto.

Beth Saad, graduada e mestre em Administração de Empresas e doutorada em Ciências da Comunicação, é autora do livro “Estratégias para a mídia digital, internet, informação e comunicação” (2003) e de mais de uma centena de artigos e comunicações sobre gestão estratégica de negócios da informação e da comunicação, jornalismo online, comuniação digital e ciências da comunicação.

Frequentemente solicitada para conferências e seminários internacionais sobre as suas áreas de especialização, Beth Saad é ainda co-autora do Intermezzo, um dos mais lidos e conceituados blogs sobre ciberjornalismo e cibercomunicação.





165 candidaturas aos Prémios de Ciberjornalismo

19 10 2008

Terminou o prazo de candidatura aos primeiros Prémios de Ciberjornalismo, que serão anunciados e entregues em 12 de Dezembro, no I Congresso Internacional de Ciberjornalismo.

Foram recebidas 165 candidaturas, repartidas pelas categorias 2 a 6 (para a categoria 1 não era necessário candidatura).

O Júri dos Prémios está já a seleccionar os nomeados para as 6 categorias, que serão anunciados e colocados a votação online em Novembro.