Público domina Prémios de Ciberjornalismo 2019

28 11 2019
Prémios de Ciberjornalismo 2018

Trabalhos ciberjornalísticos foram reconhecidos por um júri e pelo público

Excelência Geral em Ciberjornalismo, Última Hora, Narrativa Vídeo Digital e Infografia Digital foram as categorias conquistadas pelo Público. Um reconhecimento feito pelo júri e pelo público, o que permitiu ao jornal da Sonae conquistar quatro das seis categorias a que podia concorrer.

Também na categoria Reportagem Multimédia o trabalho vencedor foi consensual entre júri e público, com a escolha a recair no Expresso. Ainda nas categorias destinadas a cibermeios profissionais, Ciberjornalismo de Proximidade distinguiu dois: o Região de Leiria foi a escolha do júri e AltoMinho.TV a do público.

Por fim, na categoria destinada a trabalhos produzidos no âmbito das universidades e politécnicos, Ciberjornalismo Académico, o júri destacou o ComUM e o público o #infomedia.

Excelência Geral
Público (júri e público)

Última Hora
Greve pelo clima: “É uma das manifestações mais bonitas que já vi”, P3/Público (júri e público)

Reportagem Multimédia
O lugar onde nem eu nem tu queremos viver, Expresso (júri e público)

Narrativa Vídeo Digital
Manicómio: ninguém fica de fora, Público (júri e público)

Narrativa Sonora Digital
Aquilo é a Europa, Fumaça (júri)
No país da geringonça, Rádio Renascença (público)

Infografia Digital
Espaço 1969, Público (júri)
Alterações climáticas: o que já mudou e o que está para chegar, Público (público)

Ciberjornalismo de proximidade
Valentyna Bilous: Do sorriso lindo de princesa à força de um golpe no ringue, Região de Leiria (júri)
Os últimos brandeiros de Val de Poldros, AltoMinho.TV (público)

Ciberjornalismo Académico
Entre o éter e o digital, “a rádio é aquilo que somos”, ComUM (júri)
Bairro do Cerco, #infomedia (público)

Os Prémios de Ciberjornalismo são uma iniciativa do ObCiber, que anualmente reconhece o que melhor se faz em Portugal.





Programa das #5JOBCIBER

21 11 2019

Precisamente de hoje a uma semana, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, teremos a quinta edição das Jornadas do ObCiber. Até já 😉
5jobciber





Votação para os Prémios de Ciberjornalismo 2019

18 11 2019

Estão abertas as votações para os Prémios de Ciberjornalismo – uma iniciativa do Observatório do Ciberjornalismo (ObCiber) – que decorrem até 22 de novembro (escolhas do público).

Depois de o júri ter escolhido os trabalhos finalistas e também já os vencedores – anúncio durante as #5JOBCIBER, a 28 de novembro – cabe igualmente ao público reconhecer aqueles que, em cada categoria e na sua opinião, considera como os melhores trabalhos realizados durante o último ano.

Nota ObCiber (19 Nov.): Em virtude de algumas queixas sobre a aparente impossibilidade de votar ou morosidade do processo, solicitamos que façam refresh (F5). Deste modo é possível visualizar o espaço de voto, logo após a lista de nomeados em cada uma das categorias. Pedimos desculpa pelo sucedido, mas é uma situação à qual somos alheios.

1. Excelência Geral em Ciberjornalismo
Público
Observador
Rádio Renascença

2. Última Hora
Greve pelo clima: “É uma das manifestações mais bonitas que já vi” (P3/Público)
Incêndio na Catedral de Notre Dame (Público)
Desastre em Borba (Público)

3. Reportagem Multimédia
O lugar onde nem eu nem tu queremos viver (Expresso – individual)
“Em silêncio” (Observador – individual)
Ouvir a cidade (Público)
Peniche (Público – individual)

4. Narrativa Vídeo Digital
Manicómio: ninguém fica de fora (Público – individual)
“Estou a construir-me outra vez. Já não sou um número” (Público)
Na terra do “ouro branco”, as pedras pregam partidas (Público)

5. Narrativa Sonora Digital
Aquilo é a Europa (Fumaça)
No país da geringonça (Rádio Renascença – individual)
Série “Dá-lhe Gás” (Fumaça)

6. Infografia Digital
Espaço 1969 (Público)
País num contentor de Lixo (Público – individual)
Alterações climáticas: o que já mudou e o que está para chegar (Público – individual)

7. Ciberjornalismo de Proximidade
Valentyna Bilous: Do sorriso lindo de princesa à força de um golpe no ringue (Região de Leiria – individual)
Os últimos brandeiros de Val de Poldros (AltoMinho.TV – individual)
O homem na lua visto há 50 anos da Beira Baixa (Reconquista – individual)

8. Ciberjornalismo Académico
Entre o éter e o digital, “a rádio é aquilo que somos” (ComUM)
Está o desporto adaptado à deficiência? (ComUM)
Bairro do Cerco (#infomedia)





Pilar Sánchez-García nas #5JOBCIBER

31 10 2019

“La esencia formativa del ciberperiodismo frente a la tecnoeuforia: lo que cambia y lo que no” é o tema da conferência de Pilar Sánchez- García, na quinta edição das Jornadas ObCiber (#5JOBCIBER). “Ensino do Ciberjornalismo” será o tema do evento, agendado para 28 de novembro, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Pilar Sánchez-García

Pilar é autora do livro “Periodistas (in)formados. Un siglo de enseñanza periodística en España: historia y tendencias” (Universitas, 2017)

Doutora em Jornalismo pela Universidade de Valladolid, é ainda Licenciada em Ciências da Informação pela Universidade Pontifícia de Salamanca. Atualmente é professora da Universidade de Valladolid, onde leciona ciberjornalismo e jornalismo de investigação.

Os atuais interesses de investigação de Pilar Sánchez-García centram-se sobretudo na narrativa multimédia. Participa em projetos nacionais de pesquisa sobre política de entretenimento no futuro e narrativa digital (DIGINATIVEMEDIA – Media Nativos Digitais em Espanha). É ainda vice-presidente do grupo de trabalho temporário Jornalismo e Comunicação Educativa da ECREA (European Communication Research and Education Association).

As #5JOBCIBER são uma organização do Observatório do Ciberjornalismo (ObCiber).





Júri dos Prémios de Ciberjornalismo 2019

29 10 2019

A 12ª edição dos Prémios de Ciberjornalismo, uma iniciativa do Observatório do Ciberjornalismo, da Universidade do Porto, tem como membros do júri os seguintes docentes universitários:

Ana Isabel Reis (Universidade do Porto, PT) – Presidente
Ana Pinto Martinho (ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, PT)
António Granado (Universidade Nova de Lisboa, PT)
Belén Galletero-Campos (Universidade Castilla La-Mancha, ES)
Fernando Zamith (Universidade do Porto, PT)
Helder Bastos (Universidade do Porto, PT)
Inês Amaral (Universidade de Coimbra, PT)
João Canavilhas (Universidade da Beira Interior, PT)
Luís António Santos (Universidade do Minho, PT)
Luís Bonixe (Instituto Politécnico de Portalegre, PT)
Paulo Nuno Vicente (Universidade Nova de Lisboa, PT)
Pedro Jerónimo (Universidade da Beira Interior, PT)
Thais de Mendonça Jorge (Universidade de Brasília, BR)





#5JOBCIBER vão debater o ensino do ciberjornalismo

11 10 2019

#4JOBCIBER

Professores, investigadores, jornalistas e estudantes vão reunir-se para debater o passado, presente e futuro do ensino do ciberjornalismo, na quinta edição das Jornadas ObCiber (#5JOBCIBER), agendada para 28 de novembro, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Conferência, mesa redonda e cerimónia de entrega dos Prémios de Ciberjornalismo 2019 – candidaturas decorrem até 20 de outubro – são alguns dos momentos previsto e cujo programa completo será conhecido brevemente. Para já, é agendar 😉

As Jornadas ObCiber são uma iniciativa do Observatório do Ciberjornalismo, que se realiza a cada dois anos. A última edição (na foto) ocorreu em 2017 e versou sobre a sobrevivência dos cibermeios.





ObCiber abre Prémios de Ciberjornalismo 2019

1 10 2019

A partir de hoje, estão abertas as candidaturas à 12.ª edição dos Prémios de Ciberjornalismo, atribuídos anualmente pelo Observatório do Ciberjornalismo (ObCiber), da Universidade do Porto.

Os candidatos podem preencher o formulário de candidatura aqui. Mas, antes disso, é aconselhável uma leitura atenta ao regulamento dos Prémios de Ciberjornalismo 2019.

O período de candidaturas, destinado apenas a trabalhos publicados online entre 1 de setembro de 2018 e 30 de setembro de 2019, termina no próximo dia 20 de outubro.

Este ano, o anúncio dos vencedores será feito no decorrer das V Jornadas ObCiber, que terão lugar em novembro na Universidade do Porto.