Livro “A contextualização no ciberjornalismo” lançado nas Jornadas ObCiber

29 11 2013

O livro A cContextualização_no_Ciberjornalismo_Fernando_Zamith_capaontextualização no ciberjornalismo, da autoria de Fernando Zamith, vai ser lançado no final das II Jornadas ObCiber, que decorrerão no dia 5 de Dezembro, no pólo de Ciências da Comunicação da Universidade do Porto.

Nesta obra, o autor, docente da Universidade do Porto e coordenador do Observatório do Ciberjornalismo, parte do conceito de “jornalismo contextualizado” proposto por John Pavlik para verificar se, 10 anos depois, o jornalismo presente nos novos media é (muito) mais contextualizado do que o feito nos media tradicionais, o qual, em muitos casos, continua a ser transposto para a Internet sem qualquer adaptação.

O estudo de dezenas de sites noticiosos, entrevistas a 20 especialistas internacionais e um inquérito a 60 ciberjornalistas permitiram concluir que o conceito de Pavlik tem apenas expressão prática parcial no ciberjornalismo atual. A Internet trouxe mais instantaneidade ao jornalismo, e alguma utilização das suas capacidades de armazenamento e de personalização, mas ficaram por cumprir na sua plenitude outras “promessas” do “jornalismo contextualizado”, como o envolvimento das audiências e a construção de narrativas hipermédia. Paralelamente, a demora em encontrar um modelo de negócio robusto e duradouro está a travar o avanço de práticas ciberjornalísticas mais contextualizadas.

O livro, editado pelas Edições Afrontamento/CETAC.MEDIA, será apresentado, às 17h30, pelos professores José Azevedo e Helder Bastos.





Prémios ObCiber: votação online adiada

26 11 2013

Por motivos técnicos, o início da votação online dos Prémios de Ciberjornalismo foi adiado para data a anunciar em breve.

Pelo facto, pedimos as nossas desculpas.

A equipa do ObCiber

 

 

 





Programa das II Jornadas ObCiber

12 11 2013

II JORNADAS OBCIBER, 5 de Dezembro de 2013

Novos territórios no ciberjornalismo de proximidade

Edifício de Ciências da Comunicação da Univ. Porto (Praça Coronel Pacheco, 15)

PROGRAMA

09h45 Sessão de Abertura

10h00 Conferência de Abertura “Ciberxornalismo de proximidade: realidades e desafíos”

- Xosé López García (Univ. de Santiago de Compostela, Espanha)

11h00 Coffe-break

11h15 Conferência “Ciberjornalismo de Proximidade em Portugal”

- Pedro Jerónimo (Inst. Sup. Miguel Torga e ObCiber)

12h00 Painel “Experiências ciberjornalísticas na proximidade”

- Manuel Leiria (Região de Leiria)

- Pedro Brinca (Setúbal na Rede)

- Paulo Monteiro (Correio do Minho)

13h00 Almoço livre

15h00 Painel “Ciberjornalismo de proximidade no território ibero-americano”

- Elvira García de Torres (Univ. Cardenal Herrera e OiMed, Espanha)

- Rosental Alves (Univ. Texas, EUA) (conferência pré-gravada)

- Igor Savenhago (Univ. Ribeirão Preto, Brasil) (conferência pré-gravada)

15h45 Cofee break

16h00 Painel “Profissionais na proximidade”

- David Pontes (Porto24)

- Abel Coentrão (Público)

- Isabel Cunha (Antena 1)

17h00 Entrega dos Prémios de Ciberjornalismo 2013

17h30 Lançamento do livro A contextualização no ciberjornalismo, de Fernando Zamith





ObCiber promove Jornadas sobre ciberjornalismo de proximidade

31 10 2013

O Observatório do Ciberjornalismo promove este ano as II Jornadas ObCiber, que se realizarão no próximo dia 5 de Dezembro, no pólo de Ciências da Comunicação da Universidade do Porto.

As Jornadas terão como tema os “Novos territórios no ciberjornalismo de proximidade”. Para o abordar, foram convidados académicos com investigação feita nesta área, como Xosé López García (Universidade de Santiago de Compostela), Pedro Jerónimo (Instituto Superior Miguel Torga/ObCiber), Elvira García de Torres (Universidade Cardenal Herrera, Valência) e Rosental Alves (Universidade do Texas em Austin), cuja conferência será pré-gravada.

Mas também estarão presente profissionais com provas dadas no ciberjornalismo de proximidade em Portugal, como Pedro Brinca (Setúbal na Rede), Manuel Leiria (Região de Leiria) e Paulo Monteiro (Correio do Minho).

Na parte final das Jornadas serão anuncicados os vencedores da 6ª edição dos Prémios de Ciberjornalismo, uma iniciativa anual do ObCiber.

As II Jornadas ObCiber, cujo programa completo será divulgado em breve, contam com o apoio do Centro para as Ciências da Comunicação (C2COM) da Universidade do Porto e do Centro de Estudos das Tecnologias e Ciências da Comunicação (CETAC.MEDIA).

A entrada é livre.





Júri dos Prémios de Ciberjornalismo 2013

22 10 2013

A 6ª edição dos Prémios de Ciberjornalismo, uma iniciativa do Observatório do Ciberjornalismo, terá como membros do júri os seguintes docentes universitários:

Helder Bastos (Universidade do Porto): presidente

Fernando Zamith (Universidade do Porto)

António Granado (Universidade Nova de Lisboa)

Luís António Santos (Universidade do Minho)

Inês Amaral (Inst. Miguel Torga, Coimbra)

Luís Bonixe (Escola Superior de Educação, Portalegre)

Xosé Pereira (Universidade de Santiago de Compostela, Espanha)

Elias Machado (Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil)

 

O ObCiber recorda que o prazo de candidaturas aos Prémios de Ciberjornalismo 2013 termina na próxima sexta-feira, dia 25 de Outubro. Para candidatar trabalhos, convém ler o Regulamento e utilizar o formulário de candidatura.





ObCiber abre candidaturas aos Prémios de Ciberjornalismo 2013

7 10 2013

A partir de hoje, estão abertas as candidaturas à 6ª edição dos Prémios de Ciberjornalismo, atribuídos anualmente pelo Observatório do Ciberjornalismo (ObCiber). Este ano, o anúncio dos vencedores será feito no decorrer das II Jornadas ObCiber, que se realizarão na Universidade do Porto, no dia 5 de Dezembro.

Os candidatos podem preencher o formulário de candidatura aqui. Mas, antes disso, é aconselhável uma leitura atenta ao regulamento dos Prémios de Ciberjornalismo 2013.

O período de candidaturas, destinados apenas a trabalhos publicados online entre 1 de Setembro de 2012 e 30 de Setembro de 2013, termina no próximo dia 25 de Outubro.





Ciberjornalismo na Lusofonia: Contributo para um Mapeamento

6 07 2013
.
O ciberjornalismo lusófono não tem um padrão que o caracterize globalmente, no que diz respeito ao aproveitamento das potencialidades do meio. Pelo contrário, a diversidade é tão grande quanto a disparidade de níveis de desenvolvimento dos vários países.
.
Estas são as principais conclusões do estudo “Ciberjornalismo na Lusofonia: Contributo para um Mapeamento”, apresentado hoje na Conferência Internacional Interfaces da Lusofonia, na Universidade do Minho, em Braga.
.
O estudo foi realizado pelo ObCiber, em colaboração com Grupo Novos Medios (Galiza) e investigadores do Brasil, Cabo Verde e Moçambique.
.
Mais resultados na apresentação Ciberjornalismo na lusofonia (PowerPoint)
.
Referência à comunicação no Blog da Conferência: ST25: Lusofonia nas redes
.







Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.043 outros seguidores